Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Benvindo, estamos todos à tua espera. :)

Deixa-me cá dar as boasvindas ao verão, para ver se o convenço a vir de vez. 

Estamos todos à sua espera, ansiosamente. Queremos o seu calor (moderado), o seu sol, o seu cheiro e todas as coisas boas que ele nos proporciona.

Queremos andar com os dedos dos pés à solta, mostrar o nosso bronze, comer gelados até cair para o lado e beber bebidas fresquinhas ao fim da tarde a apreciar o mar.

Sê bemvindo, Verão!

{#emotions_dlg.sol}

Já Estou Farta!

Mas quem foi o desgraçado que teve a triste ideia de trazer as cornetas dos torcedores dos jogos de futebol da África do Sul - as tais vuvuzelas - para Portugal?!?!?

Epá é que os meus ouvidos já aguentam tanto barulho de gaita!

Já estou surda e com os miolos estropiados...

E ainda a procissão vai no adro! Socorro!

Onde é a fábrica dessas coisas para eu ir lá pôr uma bomba?

 

O Pato Donaldo, Quer Dizer, O Caso Ronaldo.

 

Há qualquer coisa que me está a falhar.

Quer dizer, chega uma pessoa a casa depois de um cansativo dia de praia (banhos de sol e de mar), a precisar de esticar o corpinho num leito qualquer – cama ou sofá, tanto faz – e de descansar a vista e o cérebro num programa de televisão que faça esquecer um tão exaustivo dia de trabalho, e quando pega no comando para acender a caixinha mágica… Vavum!!!

Uma pessoa é bombardeada por todos os lados pela mesma coisa: a apresentação de Cristiano Donaldo, quer dizer, Ronaldo ao seu novo clube

 

Justificava-se gastar balúrdios em deslocações de repórteres, jornalistas e meios técnicos a Espanha para “mostrar” como o Donaldo, quer dizer, o Ronaldo ia ser recebido?!

 

Havia necessidade desta pompa e circunstância toda só porque o Donaldo, quer dizer, o Ronaldo foi para o Real Madrid?!

Todo o planeta e, quiçá, toda a galáxia sabem que a sua contratação foi bilimiliquaquilionária. Atravessamos uma época de crise em que o dinheiro está sobrevalorizado e em que há tanta gente que não tem o que comer, que não tem empregos e que a sua perspectiva de melhoria das condições de vida é nula.

  

Agora pergunto eu: Foi para um clube novo… so what? Tinha que ser apresentado ao público… so what? Fez um contrato milionário e vai ganhar balúrdios… so what?

Mas será que era preciso tanto show-off?!

 

Ò senhores directores das estações televisivas, desculpem lá mas o mundo não vive só de futebol nem de Michael Jackson. Ambos são artistas extraordinários nas suas áreas mas tanta informação repetida já enjoa. Vejam lá se deixam de copiar uns pelos outros!

 

Eu sei que o Donaldo, quer dizer, o Ronaldo, é o jogador mais colorido do planeta e arredores e cuja cor predominante é o rosa, rosa de revistas cor-de-rosa, claro!

 

P.S. – Se eu fosse o rei de Espanha, expulsava já o Donaldo, quer dizer, Ronaldo do país. Rei de Madrid?! Que eu saiba o Rei é de Espanha e chama-se Juan Carlos…

 

P.S. 2 - é inegável o poder que o nosso amigo Cristiano donaldo tem sobre as mentes dos portugueses... até da minha! O gajo conseguiu que eu coroasse o filho do rei anticipadamente!!!! É ou não incrível? Está feita a correcção.

Estética Dental.

 

 

Já descobri porque é que o nosso rico/valioso/milionário (?!)super puto jogador de bola andou de aparelho nos dentes.

 

Não foi só para lhe endireitar a cremalheira, oops, quer dizer dentuça, errr... os dentinhos, mas também para lhe dar uma melhor (cof!cof!) apresentação, um ar de estrela de Hollywood.

 

Mas o grande objectivo dele, não era nada disto. Nem sequer era arranjar as cáries dos dentes para ter um sorriso pepsodent para mostrar ao Real Madrid e obter um contrato fabuloso. Não.

 

Na verdade, o seu objectivo maior foi ter dentes em condições para poder...

 

ROER AS UNHAS!

 

Observem lá as  "nails" do Ró-ró - nickname que eu carinhosamente lhe atribui e que ele tanto gosta... (cof!cof!) -no anúncio do BES, cuja foto ilustra este maravilhoso post. Sugiro até que observem o anúncio mais minuciosamente quando se depararem com ele em qualquer paragem de autocarro. Rói ou não rói as unhas?

 

Ronaldito já te tenho dito, que não é bonito roer o dedito!!!!

 

Domingos de Calmaria

 

Parece que a rotina se instalou mesmo aqui em casa. O N. tá a ver futebol e eu aproveito pa vir blogar. Não é por nada, mas não sou grande apreciadora de futebol... Jogos de futebol, só do benfica (BENFICAAA! :P) ou então da selecção. Os outros ficam para quem quiser ver, princialmente na TV.

 

Para mim o futebol tem graça é no estádio ali a vibrar e a mandar vir com o árbitro. Sim porque o Benfica em mim já é uma questõa genética. Ou não fosse o meu pai Benfiquista dos 7 costados e não fizesse da filha companhia para ir aos jogos no estádio da luz desde pequena. Mas tão pequena que não percebia nada daquilo e só me interessava era apanhar as luzes dos holofotes.

Depois a menina cresceu e os interesses foram-se modificando e deixou de ir à bola com o pai. E o pai também deixou de ir à bola ao estádio devido aos desgostos provocados pelo seu clube de futebol favorito. E sem brincadeira, digo-vos que, na noite em que o Feher morreu, foi uma noite de viragem na vida do meu pai. Ele sentiu-se muito mal a ver o jogo na TV e a partir foram-lhe diagnosticados problemas cardíacos, embora sem ninguém descobrir exactamente quais. Até ao dia em que teve uma paragem cardíaca e só não partiu em "direcção à luz" porque não era a sua hora. Hoje tem um pacemaker e está bem. Thank God.

 

Este domingo tem sido um dia passado na calmaria do lar, um típico domingo de família.

Os papás vieram cá almoçar pois para mim é mais difícil ir lá a casa. Tive a visita da minha coisinha fofa que é a B., a minha priminha.

A tarde foi pasada a fazer desporto - Zapping no sofá. Enquanto isso, o sr. N. esteve entretido no PC.

 

Até o Pimentinha teve direito a uma banhoca refrescante. Claro que a dona, desta vez, não pode acompanhar o seu banho pois não consegue estar sentada. Geralmente, fico também no wc a falar com ele e a apaparicá-lo durante a banhoca. Depois meto-o ao meu colo, todo enrroscadinho nas toalhas e encho-o de mimocas. Os cães são mesmo "crianças" que temos para o resto da vida. Não sei como há pessoas que têm coração para abandonar animais. Eu, que odeio pássaros, sou incapaz de ver fazer-lhes mal. Eu aviso logo, quem fz mal a um animal ao pé de mim é como se me estivesse a fazer mal a mim. E depois eu parto em defesa do bicho.

 

Hoje não fui fazer penso. O centro de saúde está fechado e o único sítio possível era nos bombeiros. O pior é que eles não têm material para fazer este tipo de pensos. E sabem quanto paguei no domingo passado que lá fui porque desconhecia estes factos? 7.oo... SETE EUROS!!!! Já não me apanham lá! 7 euros por 3 pingas de soro fisiológico, 4 de betadine e 4 compressas?! Nem pensar. Assim só volto amanhã ao suplício. E ainda poupo 7 euros!

 

Já me estou a alongar no blog. Isto é defeito pessoal e profissional - "falar" muito. Além disso, já não consigo estar mais tempo sentada. Vou fazer companhia ao meu "ácaro alentejano" e papar as séries da fox.

 

See you tomorrow!!! :)